Blog Russel Serviços > Construção Civil > 5 tendências para o futuro do setor da Construção Civil
5 tendências para o futuro do setor da Construção Civil |

O campo da Construção Civil possui um acelerado ritmo de atualizações tecnológicas devido aos seus múltiplos fluxos de serviços.

Diariamente, sistemas e plataformas são estudados, testados e lançados para agilizar processos e reduzir custos no segmento.

Materiais mais resistentes, equipamentos, aplicativos e sistemas automatizados vêm mudando a maneira que os seres humanos constroem o mundo.

O profissional da área que pretende estar um passo à frente nos próximos anos, deve começar, desde já, a se preparar para as novas tecnologias do setor. São cinco as principais tendências de inovações na Construção Civil. Confira!

1 – BIM ou Modelagem da Informação da Construção

O BIM é um recurso facilmente assimilável às práticas da Construção Civil, porque, além de mostrar em 3D a aparência da construção, a tecnologia permite que alterações sejam feitas em conjunto por todos os envolvidos no projeto, até o cliente. O sistema integra informações sobre quantidade, fabricante, modelo, tamanho, preço em uma só ferramenta, permitindo controle total de instâncias complementares, como a de custos e a de investimentos.

2 – Da Realidade Aumentada (RA) aos aplicativos e drones

A Realidade Aumentada (RA) chega para substituir as maquetes e vai além do BIM. O objetivo dos sistemas RA é imergir o usuário em um ambiente projetado por computador. A RA causa uma impressão de realidade em projeções em três dimensões que não deixa dúvidas. Tudo isso é feito e compartilhado com clientes por meio de aplicativos. Trazendo benefícios nas vendas para novos clientes e para fidelização da clientela atual.

Outra tecnologia que compõem a RA é o drone, que se tornou uma fonte de imagens inesgotável e tem contribuído, principalmente, em casos que o terreno não permite acesso ou que é preciso vislumbrar o todo. Drones podem ser utilizados para fazer acompanhamento, levantamento e até atuar em resgates em casos de acidente no canteiro de obras.

3 – Estruturas mistas de aço e concreto

A técnica chamada steel frame é composta por um material mais seguro e resistente: o aço. Nela, a estrutura é formada por perfis de metal, preenchida por placas de gesso ou cimento. Esse tipo de construção integra o sistema CES (Construção Energitérmica Sustentável) e apesenta diversas vantagens em relação a alvenaria. São elas: estimula grande variedade de serviços; independe de condições climáticas; reduz em 30% o custo global da obra; diminui prazos para até 1/3 do tempo necessário, sendo que obras de até 100m2 podem levar 30 dias para serem finalizadas; reduz riscos de acidente de trabalho; por ser mais leve, garante mais segurança por aliviar o peso depositado nas fundações da obra e combina melhor isolamento acústico e térmico.

4 – Descoberta de novos materiais

Pesquisadores do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) recentemente criaram um material dez vezes mais resistente do que o aço e ainda mais leve, por ter apenas 5% da densidade do metal. A matéria prima que permite tal ganho é o chamado grafeno comprido e fundido, baseada em recombinações de carbono. A geometria é responsável pela resistência incomum desse novo recurso diante das altas pressões provocadas pelo peso das obras. O uso desse novo rearranjo do grafeno será voltado a grandes edifícios e pontes, por exemplo.

5 – Automatização de canteiros de obras e dos ambientes

No futuro, o controle de todas as etapas da obra será feito por meio de aplicativos com interface simples e cada vez mais baseada na Realidade Aumentada. O canteiro de obras automatizado reunirá todas as inovações na Construção Civil, do BIM aos aplicativos, drones e novos materiais. A automação se dá nos diversos níveis de um projeto e permite integrar canteiro e construtora em benefício de melhores resultados.

Esse processo substituirá profissionais braçais por máquinas automatizadas e pranchetas por softwares. Ressaltando que nada substitui a presença física, mas nem tudo precisa ser resolvido indo à obra. Essa praticidade de processos proporcionados pelas novas tecnologias possibilita que o engenheiro foque em funções mais estratégicas como o atendimento e a fidelização dos clientes.

Porém, para uma empresa investir em novas tecnologias é preciso que ela também dedique investimentos à capacitação de profissionais que atuem dentro dessa metodologia. E isso leva tempo e altos custos.

Nesta realidade, contar com empresas que fornecem  mão de obra capacitada sob demanda é a saída para empreiteiras e construtoras. No segmento, a Russel Serviços, vêm se destacando por disponibilizar profissionais qualificados em até 48h, através do e-commerce.

Terceirização com  a Russel Serviços

Uma das empresas mais experientes do mercado, a Russel Serviços, oferece os seguintes benefícios:

  • Entrega do profissional em até 48 horas com documentação completa;
  • Profissional com uniforme e preparado para o serviço;
  • Benefícios de transporte e alimentação já incluídos;
  • Substituição do profissional em até 24 horas sem custo adicional;
  • Várias formas de pagamento, como boleto, cartão e transferência bancária;
  • Questão burocrática de responsabilidade da empresa parceira;
  • Planos mensais com benefícios na contratação;

Para saber mais sobre a Russel, seus benefícios e profissionais, clique aqui!